RaiaDrogasil planeja abrir até 15 lojas populares
Valor Econômico
13/05/2013

RaiaDrogasil planeja abrir até 15 lojas populares

Por Adriana Meyge | De São Paulo

A RaiaDrogasil testa um formato de loja popular, batizado de Farmasil, que deverá ter de 10 a 15 pontos até o fim do ano. Segundo o diretor de relações com investidores da companhia, Eugênio de Zagottis, esse ainda é um projeto piloto, que, se validado, poderá se tornar uma estratégia da rede de farmácias.

O modelo da Farmasil é de uma loja menor, que requer menos investimento, para mercados pequenos, em que a RaiaDrogasil não consegue entrar ou se dar bem. As margens do modelo popular precisam ser similares ao padrão da companhia. "É uma tentativa de preencher um espaço no mercado em que não conseguimos competir de outra forma", disse Zagottis.

A RaiaDrogasil abriu 36 lojas no primeiro trimestre deste ano - número recorde para o período -, ante 9 um ano antes. A aquisição de pontos da rede Santa Marta, de Goiás, no fim de 2012, contribuiu para o movimento.

O forte ritmo de abertura de unidades pesou nas despesas operacionais, que cresceram 18,6%, para R$ 356 milhões. Como outro efeito colateral, a companhia tinha no primeiro trimestre 36,6% das lojas em maturação, o portfólio mais "verde" desde o segundo trimestre de 2011. Isso enfraqueceu o resultado de janeiro a março, mas, por outro lado, demonstra o potencial de maturação futura, disse Zagottis, em teleconferência sobre os resultados.

A receita bruta da RaiaDrogasil somou R$ 1,4 bilhão no primeiro trimestre, uma alta de 11,8%, considerada modesta. Zagottis disse que o período é o mais fraco para o setor e, este ano, houve um feriado a mais (a Páscoa, que em geral cai em abril), além de um clima mais frio e chuvoso, que afetou as vendas de higiene e beleza. A empresa calcula uma perda de 2,1% nas vendas pelo efeito calendário.

A margem bruta ficou em 26,6% no trimestre, acima do registrado um ano antes, mas abaixo do último trimestre de 2012. Zagottis espera uma recomposição no segundo semestre, já que a base de comparação é relativamente baixa e as despesas devem diminuir. No segundo semestre, a RaiaDrogasil também terá mais lojas maduras.

A RaiaDrogasil tem 906 lojas em funcionamento e 47 inaugurações em andamento. E reiterou o plano de abrir 130 unidades em 2013.

O lucro líquido atribuído aos acionistas controladores da companhia caiu 26% no primeiro trimestre, na comparação anual, para R$ 14,3 milhões. O lucro ajustado, que exclui as despesas não recorrentes de integração das redes Raia e Drogasil, subiu 7%, para R$ 26,5 milhões.

 

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico. 

Leia mais em:





Obrigado por comentar!
Erro!