Inteligência artificial e internet das coisas agilizam as operações
15/05/2018
As novas tecnologias à disposição dos supermercados incluem desde a inteligência acoplada a produtos e serviços para apoio à tomada de decisão até os conceitos de internet das coisas (IoT). "O supermercadista busca mais informação e tecnologia", diz Renata Greco, vice-presidente da Cielo.

A Cielo apostou em big data para criar o Farol, serviço de dados e insights sobre o mercado baseado nos dados disponíveis na empresa. Também criou novidades como o pagamento por Whatsapp via link e a maquininha Cielo Lio, sistema que pode funcionar como um checkout avançado para atendimento fora do caixa e que conta com mais de uma centena de aplicativos.

A agilidade no caixa é um dos atrativos para agradar os clientes. A Datalogic apresentou no Apas Show 2018 o Jade, checkout automatizado que lê entre 50 e 100 produtos por minuto, enquanto o sistema tradicional fica entre 13 e 20 produtos. O Jade tem uma esteira rápida, leitor em forma de portal e apoio de vídeo para o operador contornar dificuldades como produtos empilhados.

Para integrar diferentes soluções de pagamento com facilidade, a equipe local da empresa, com apoio de clientes como a rede paranaense Condor, desenvolveu um programa (middleware), hoje adotado globalmente, conta o gerente José Antonio Lopes.

Já a Consinco, especialista em sistema de gestão (ERP) para atacado e varejo alimentar, comemora a instalação de mais de 350 equipamentos de auto-atendimento no Brasil. Este ano, apresentou o armário inteligente Parcel Locker, que permite retirada de produtos comprados on-line. O cliente recebe um código tridimensional (QRCode) capaz de abrir a porta do armário, que pode ser instalado em locais como lojas, postos de gasolina e condomínios, detalha o diretor comercial Silvio Sousa.

Outros lançamentos são o aplicativo para promoções personalizadas Oferta Fácil, um sistema de gestão estratégica de preços e uma startup de software de gestão voltada a varejistas que faturam até R$ 15 milhões anuais.

A Tyco, empresa da Johnson Controls, trouxe para o Brasil suas gôndolas inteligentes, com sistema automático para manter os produtos sempre organizados nas prateleiras e tela para exibição de mensagem sobre o produto retirado, como um vídeo promocional. O mesmo sistema é empregado em freezers, com temperatura e funcionamento controlados à distância, informa o gerente de soluções Augusto Pereira.
Fonte: Valor




Obrigado por comentar!
Erro!