Fiocruz recebe aval da Anvisa para produzir canabidiol
14/05/2021
O Instituto de Tecnologia em Fármacos da Fiocruz recebeu o aval que restava da Anvisa para produzir canabidiol - derivado medicinal da maconha - nesta quinta-feira.
 

A instituição é a terceira a receber esta permissão no país. Hoje, no Brasil, apenas a farmacêutica Prati-Donaduzzi e a recém-chegada ao mercado Nunature tinham essa autorização para produzir ou comercializar produtos derivados da maconha.

 

A Prati tem canabidiol em três versões nas farmácias e a Nunature só deve chegar às prateleiras em julho. 

O canabidiol é apenas um dos componentes da planta cannabis sativa. Pesquisas mostram bons resultados em epilepsia refratária infantil, ansiedade e insônia.

O produto que recebeu autorização da Anvisa tem 200 MG por ml.

A autorização da Anvisa se enquadra dentro da RDC 327, de 2020, que na prática permite que empresas extraiam o derivado medicinal da maconha aqui no Brasil, desenvolvam um produto e coloquem nas prateleiras das farmácias, mas precisam importar a matéria-prima. Ou seja, nada de plantar a maconha por aqui.

A autorização dada a Fiocruz, porém, não deve gerar um medicamento a ser comercializável, já que a instituição não é uma farmacêutica do mercado.

A autorização é apenas um primeiro passo nos planos de pesquisa da Fiocruz com a cannabis medicinal, que tem interesse em ser uma fornecedora de canabidiol para o Sistema Único de Sáude (SUS).

Procurado pela EXAME, o Instituto de Tecnologia em Fármacos da Fiocruz ainda fez comentários.

 

Fonte: Exame




Obrigado por comentar!
Erro!
Contato
+55 11 3044 4440
+55 11 3045 5173
Av. Rouxinol, 84, cj. 92
Indianópolis - São Paulo/SP