Empresas cortam custos de saúde
17/09/2018
Há um movimento crescente de empresas para reduzir custos dos planos de saúde, que já representam 12% dos gastos com empregados. Um grupo de 62 empresas tem se reunido para trocar experiências em gestão e prevenção de saúde. Por meio de acompanhamento e serviço de orientação próprios, em um ano a Volkswagen, por exemplo, conseguiu reduzir em 25% os os dias de hospitalização de seus funcionários.

Estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) indica que dos 47,3 milhões de beneficiários de planos privados do país em 2017 cerca de 80% correspondem a planos coletivos (empresariais ou por adesão). Segundo o estudo, o custo médico hospitalar cresceu 238% entre 2008 e 2016, período em que a inflação (IPCA) aumentou 75%. No ano passado o custo cresceu 19,20% e a inflação, 2,95%.

O tema é tratado com cautela pelas empresas para não dar a impressão de que pretendem reduzir benefícios. O grupo GPA criou a linha "0800" para ouvir queixas de saúde dos 140 mil funcionários e 115 mil dependentes. "Conseguimos antecipar e orientar por telefone cerca de 80% dos casos e reduzir idas desnecessárias ao hospital", diz o diretor de RH do grupo, Frederico Lopes.
 
Fonte: Valor




Obrigado por comentar!
Erro!
Contato
+55 11 3044 4440
+55 11 3045 5173
Av. Rouxinol, 84, cj. 92
Indianópolis - São Paulo/SP