Instituições de saúde passam a adotar inteligência artificial em seus processos
26/09/2018
Com o avanço da tecnologia médicos já começam a antecipar diagnósticos preventivos de doenças que trazem riscos à saúde do paciente. Evento nesta quarta-feira (26), tratará o tema com palestras de Olaf Lodbrok (Elservier), Edson Amaro Junior(Albert Einstein) e Guilherme Machado Rabello (HC e Incor)

A inteligência artificial já tem sido utilizada pela medicina em várias práticas, desde análise do histórico de pacientes via prontuário, ou até mesmo na interpretação de exames diagnósticos. Todo o processo traz diversos benefícios, como a redução de custos e de erros assistenciais durante o cuidado com a saúde de um indivíduo. É com essa premissa que a GPeS - Health Branding and Business e a Elsevier promovem o evento “A transformação digital aplicada à medicina preditiva”, na próxima quarta-feira (26), em São Paulo.

Conhecida como medicina preditiva, o termo se refere ao uso de recursos tecnológicos, em especial de Big Data e Inteligência Artificial, para antecipar doenças que impactarão a saúde de uma pessoa, permitindo ações preventivas imediatas. De acordo com Gilmara Espino, sócia-diretora da GPeS, o que vai acontecer no futuro com o paciente já pode ser conhecido e tratado hoje. “Historicamente, as descobertas científicas e os avanços tecnológicos têm sido responsáveis por aumentar a expectativa de vida e combater doenças. O que acontece agora é totalmente diferente. Chegamos a uma era em que a informação gera conhecimento em uma escala nunca antes alcançada. As possibilidades são tantas que eventos como esse que estamos realizando ajudam a entender por onde começar”, explica.

O assunto, que é bastante promissor, será conduzido por Olaf Lodbrok, head mundial da Elsevier para medicina de precisão e debatido entre todos os convidados com a moderação de Daniel Greca, gerente da área de Healthcare da KPMG. Entre os palestrantes, o neuroradiologista responsável pela área de Big Data analytics do Hospital Albert Einstein, Dr. Edson Amaro Junior, abordará os processos para a implementação da tecnologia e os próximos desafios da instituição. Além dele, o membro do comitê de inovação do Hospital das Clínicas e head de inovação do InovaIncor, Guilherme Machado Rabello, irá debater como a saúde digital pode transformar o atendimento em instituições como Incor e HC.

Os interessados em obter mais informações sobre o evento devem acessar o seguinte link: https://www.universidade.elsevier.com.br/rd-transformacao-digital-medicina-preditiva?utm_campaign=CLB-dialogue-2018&utm_medium=email&utm_source=email-convite-dialogue&utm_content=&utm_term=

Serviço:

A transformação digital aplicada à medicina preditiva

Data e horário: 26 de setembro de 2018, das 8h30 até às 12h30

Local: Palácio Tangará (Rua: Deputado Laércio Corte, 1501 - Panamby, São Paulo)
Fonte: Anahp




Obrigado por comentar!
Erro!
Contato
+55 11 3044 4440
+55 11 3045 5173
Av. Rouxinol, 84, cj. 92
Indianópolis - São Paulo/SP