Hospital Santa Izabel é primeiro do Nordeste a receber Prêmio Internacional de Meio Ambiente
04/10/2018
As ações e investimentos em sustentabilidade da Santa Casa da Bahia, mantenedora do Hospital Santa Izabel, renderam frutos positivos para a instituição. O hospital foi o único representante do Nordeste a vencer o Projeto “Desafio 2012: A saúde pelo clima”, que premia os hospitais que promovem o cuidado com o meio ambiente em seu dia a dia.

O Santa Izabel foi contemplado com o Ouro na categoria “Energia Renovável”, por causa do do uso de energia eólica e fotovoltaica, que garantiu a redução dos gases de efeito estufa emitidos. Com a meta de 10% até 2020, essas ações já contribuíram com a diminuição de 5% da emissão dos seus gases.

Ainda em 2018, outras ações estão sendo implantadas para a redução da emissão de gases poluentes, além da segregação dos resíduos sólidos que está sendo realizada de maneira mais efetiva, reduzindo a quantidade de material enviado para incineração, garantindo medidas concretas e ecológicas no dia a dia do hospital.

“Conquistar este prêmio reforça que estamos no caminho certo com o nosso propósito. O Hospital Santa Izabel é referência em saúde na Bahia e, agora, também no cuidado com o meio ambiente. Nosso objetivo é aumentar as ações sustentáveis e contribuir com um planeta mais verde e saudável para todos”, comemora o Provedor da Santa Casa da Bahia, responsável pelo Hospital Santa Izabel, Roberto Sá Menezes.

Sobre o prêmio

O Desafio 2020 é coordenado pela Global Green and Healthy Hospitals (Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis), criada em outubro de 2011, com o objetivo principal de promover a saúde pública e ambiental, e a redução da pegada ecológica dos serviços de saúde visando aprimoramento do desenvolvimento sustentável. O Projeto Hospitais Saudáveis - PHS, sem fins econômicos, dedica-se a modelar o setor saúde em exemplo social de proteção ambiental e à saúde pública.
Fonte: Anahp




Obrigado por comentar!
Erro!
Contato
+55 11 3044 4440
+55 11 3045 5173
Av. Rouxinol, 84, cj. 92
Indianópolis - São Paulo/SP