Maior hospital pediátrico do Brasil completa 99 anos
25/10/2018

Outubro é um mês muito especial para o Hospital Pequeno Príncipe. No dia 26, a instituição completa 99 anos cuidando da saúde de crianças e adolescentes e transformando a vida de milhares de pessoas de todos os Estados do país, em mais de 30 especialidades médicas.

Hospital de Crianças – década de 1930

Esta data dá início às comemorações de 100 anos de atendimento em saúde para meninos e meninas. Um sonho que nasceu em 1919 com as Voluntárias do Grêmio das Violetas, cresceu com o Hospital de Crianças César Pernetta (1951) e se firmou, em bases voluntárias, com Ety Gonçalves Forte assumindo a presidência da Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, mantenedora da instituição, em 1966. Com muito trabalho, amor, dedicação e investimentos, se transformou no maior hospital pediátrico do Brasil.

Em média, mil crianças e adolescentes são atendidos por dia no Hospital Pequeno Príncipe

Uma história quase centenária que está sempre em busca de novos capítulos a cada paciente que recebe, com atendimento pautado na excelência técnico-científica e na humanização. Aniversários que se entrelaçam a muitas comemorações.

“Para nós é um orgulho muito grande ser uma instituição que em breve completará 100 anos. Agradecemos imensamente a cada um dos colaboradores que se dedicam todos os dias e contribuem para a construção desta história de referência do Pequeno Príncipe. Continuaremos contando com a sociedade e os apoiadores para os novos capítulos que serão escritos com base em nossos princípios e valores de amor à criança, busca pela excelência, multiplicação do conhecimento, integralidade e humanização do cuidado, equidade e inovação”, garante, festiva, a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.

Complexo Pequeno Príncipe

O maior hospital pediátrico do país, sem fins lucrativos, é referência em alta e média complexidade e tem, atualmente, 370 leitos, sendo 60 em UTIs. Por ano, realiza cerca de 305 mil atendimentos ambulatoriais, mais de 22 mil internações e 20 mil cirurgias, destinando 70% da sua capacidade para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma das diretrizes do hospital é a de oferecer tratamento integral e humanizado. Para isso, um conjunto de programas agrega ao cuidado em saúde a perspectiva de garantia dos direitos fundamentais. Entre eles, a inclusão de educação e cultura e de ações organizadas de voluntários, garantindo equidade a todas as crianças e suas famílias.

Com uma trajetória marcada pela excelência e inovação científica, aliadas à compaixão, empatia e dignidade, o Pequeno Príncipe acumulou diversas conquistas, formando a tríade entre o Hospital, a Faculdades Pequeno Príncipe e o Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, com o objetivo e a missão de oferecer serviços de saúde de qualidade, boa prática da medicina, formação e pesquisa, transformando, dessa forma, o jeito de se fazer Pediatria no país.

O diferencial do Pequeno Príncipe em números

O grande diferencial do Pequeno Príncipe é reunir profissionais de diversas especialidades médicas, equipes multidisciplinares e uma variedade de serviços complementares de diagnóstico e tratamento, que permitem um atendimento integral ao paciente. É como se fossem muitos hospitais em um único lugar.

Fonte: Anahp




Obrigado por comentar!
Erro!
Contato
+55 11 3044 4440
+55 11 3045 5173
Av. Rouxinol, 84, cj. 92
Indianópolis - São Paulo/SP