Saúde estuda descentralizar o acesso a medicamentos do SUS
19/06/2019

Secretaria de Saúde estuda projeto para ampliar acesso a medicamentos aos pacientes da rede pública.
Secretaria de Saúde estuda projeto para ampliar acesso a medicamentos aos pacientes da rede pública. Enquanto hoje apenas seis unidades realizam a entrega de remédios aos usuários, a proposta é implantar uma farmácia central e abrir várias outras, satélites, próximas ou dentro das unidades de saúde para facilitar a distribuição. Atualmente, os pacientes precisam se dirigir às unidades regionais do Boa Vista e São Cristóvão, ao Centro de Saúde Eurico Vilela, à unidade básica George Chirré, à farmácia de acolhimento ou à UPA Abadia para retirar medicamentos.

De acordo com o secretário de Saúde, Iraci Neto, o novo modelo prevê a distribuição das farmácias de forma estratégica pela cidade, para que todas as regiões tenham uma referência de assistência farmacêutica e acesso aos itens da lista básica. Iraci conta que Uberaba busca a cessão de um imóvel para a instalação da Farmácia Central e esteve em Belo Horizonte esta semana para discutir o assunto. A proposta é utilizar estrutura ao lado do Centro de Saúde Eurico Vilela. “Parte do prédio já está cedida ao município. Essa área seria repaginada para que tenhamos ali essa Farmácia Central, que vai capitanear junto às farmácias satélites”, explica.

Segundo Iraci, a reorganização da assistência farmacêutica pública vai proporcionar um atendimento mais confortável, com o cidadão adquirindo o medicamento prescrito de forma rápida e com menor dificuldade de locomoção.





Obrigado por comentar!
Erro!
Contato
+55 11 3044 4440
+55 11 3045 5173
Av. Rouxinol, 84, cj. 92
Indianópolis - São Paulo/SP