Aumento da demanda no SUS faz do investimento em logística hospitalar condição essencial
15/08/2019

A crise econômica pela qual o país atravessa segue impactando a saúde e isso não é segredo. Nos quatro primeiros meses deste ano os hospitais da cidade de São Paulo, por exemplo,registraram aumento de 10% nas consultas ambulatoriais em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados da Autarquia Hospitalar Municipal e ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

O aumento da demanda tem diversos fatores, sendo o mais importante a perda de acesso aos planos de saúde, gerada por desemprego ou cancelamento do benefício pelas empresas. De 2014 até agora, a cidade de São Paulo passou de 6,6 milhões para 5,7 milhões de beneficiários, queda acumulada de 13,5%, segundo dados da Abramge (Associação Brasileira de Planos de Saúde).

Ainda segundo a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), entre 2017 e 2018, a queda no número de pessoas com acesso aos planos privados na região, foi em torno de 480 mil pessoas.

O cenário imprime a necessidade de melhor infraestrutura, medicamentos e suprimentos para um volume maior de usuários dos serviços, em que a presença de uma logística hospitalar eficiente é condição essencial para otimizar processos e custos, garantindo mais saudabilidade e segurança para os organismos de gestão e pacientes.

Com ela, tem-se o controle das compras em prazos e validades assertivos, dos caminhos a partir da aquisição, transporte e armazenamento dos medicamentos e materiais médicos, com posterior serialização e unitarização, bem como a rastreabilidade de todos os passos antes mesmo da prescrição até a entrega ou administração ao paciente. Processos estes que evitam desvios, desperdício e facilitam possíveis eventos de recall.

São investimentos inteligentes, de excelente custo x benefício e prementes na escala de gestão e na soma para um atendimento que contemple as necessidades da população.

Sobre o autor

Domingos Fonseca, presidente da UniHealth Logística Hospitalar.





Obrigado por comentar!
Erro!