Pixeon investe em novo espaço de inovação dentro do Hospital das Clínicas de São Paulo
16/09/2019

Empresa é uma das mantenedoras do Distrito Inova HC, espaço inaugurado nesta semana e abrigará startups dentro do maior complexo hospitalar da América Latina

 Alinhada à sua missão de investir cada vez mais em conhecimento, inovação e tecnologia para transformar a saúde, a Pixeon acaba de se tornar mantenedora do Distrito Inova HC, hub de inovação com foco em startups da área de saúde. O espaço, que foi inaugurado na última quinta-feira, 12,  no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), maior complexo hospitalar da América Latina, conta com 900 metros quadrados, e tem capacidade para residir até 20 startups, totalizando 150 pessoas. Uma das maiores empresas brasileiras de tecnologia para saúde, a Pixeon possui escritórios em Florianópolis (SC), São Caetano do Sul (SP) e Salvador (BA), com unidades de negócio distribuídas pelo país.

Para o CEO da Pixeon, Armando Buchina, a decisão de se tornar mantenedora do espaço é parte da estratégia de inovação da empresa, que acaba de colocar em prática um plano de investimentos de R$ 83 milhões em cinco anos para o desenvolvimento de novas soluções.

“A tecnologia da informação tem potencial para revolucionar a saúde nos próximos anos, tanto no sentido de oferecer um atendimento melhor e mais rápido ao paciente, quanto de termos fornecedores de serviços de saúde mais eficientes e saudáveis financeiramente. Esta iniciativa contribui para que a Pixeon siga na ponta da inovação do setor, apoiando o desenvolvimento de novas tecnologias em um ambiente integrado a um grande centro de excelência em saúde”, afirma.

As soluções da Pixeon são utilizadas por mais de 2.000 fornecedores de serviços de saúde, como laboratórios, centros de diagnósticos, clínicas e hospitais. Seu sistema de gestão de ponta a ponta otimiza processos e garante a segurança do paciente em todas as etapas: automatiza e agiliza o agendamento de consultas, exames e procedimentos para internação, embasam os profissionais com dados mais precisos sobre os pacientes, apoiam o backoffice e a gestão de suprimentos, faturamento, controle de glosas e financeiro, etc.

Buchina ressalta que a participação da Pixeon no Distrito Inova HC será importante para que a empresa dê continuidade no desenvolvimento de tecnologias disruptivas, entre elas a PICS,  plataforma de inteligência artificial da empresa, e tecnologias para análise de exames de imagem à distância. “São inovações que apoiam os médicos na realização de diagnósticos melhores, e que continuarão impactando o segmento por muitos anos”, completa o CEO.

Troca de conhecimentos

De acordo com o Distrito Inova HC, a ideia é que o espaço colabore para transformar a Faculdade de Medicina da USP em uma organização mais empreendedora, visto que muitas linhas de pesquisa têm forte potencial para virarem negócios. As soluções e tecnologias desenvolvidas pelas startups e pelas grandes empresas parceiras poderão ser absorvidas pelo HC, tendo ainda como possibilidade escalar essas soluções para outras instituições das redes públicas e privadas dos sistemas de saúde brasileiro e internacional.

Além da Pixeon, a iniciativa contará com a participação de outras grandes empresas como a AstraZeneca, Abbott, Alliar, iDr, KPMG, Cremer, Mafra, Johnson & Johnson Medical Devices, Semantix e Unimed, que terão suas áreas de inovação presentes e conectadas ao hub. Lá, poderão desenvolver suas próprias estratégias de inovação no espaço e, com isso, farão do complexo um ambiente de troca constante de conhecimento. Além das empresas parceiras, o Distrito InovaHC espera reunir corporações, investidores, universidade e startups, com o intuito de criar, testar e escalar soluções para a vasta gama de problemas existentes no sistema de saúde brasileiro.

Nesta nova unidade, o Distrito terá um grande diferencial. Além de oferecer uma grande estrutura para os residentes, como salas compartilhadas, privativas, salas de reunião e auditório, o espaço vai inovar ao montar dois laboratórios, um de Telemedicina e um de Hospital 4.0. Esses ambientes serão direcionados para recriar situações reais do ambiente hospitalar, além de servir como teste de novas tecnologias, como inteligência artificial, internet das coisas e impressão 3D.

SOBRE A PIXEON
Uma das maiores empresas brasileiras de tecnologia para saúde, a Pixeon tem o objetivo de se tornar líder nacional neste mercado. Para isso, a?companhia?prevê o investimento de R$ 83 milhões em todo seu portfólio de produtos visando inovações, melhorias de processos e funcionalidades, tudo pensando em aprimorar a jornada do paciente com suas soluções, desde a marcação de um exame a entrega do laudo. Possui atualmente dois mil clientes em todo o Brasil, tendo dobrado seu tamanho entre 2013 e 2015. A empresa possui escritórios em Florianópolis (SC), São Caetano do Sul (SP) e Salvador (BA), com unidades de negócio distribuídas pelo país.





Obrigado por comentar!
Erro!