Hospital Santa Marta aprimora atendimento ao paciente com Assinatura Digital
21/10/2019

Cerca de 90% dos atendimentos realizados no Hospital contam com sistema de assinatura digital que traz mais agilidade, segurança e satisfação para o paciente

O Hospital Santa Marta – HSM, ampliou, no dia 12 de setembro, o Sistema de Assinatura Digital para o atendimento dos pacientes da UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Com isso, 90% dos procedimentos realizados no Hospital contam com o sistema que proporciona mais segurança e rapidez no atendimento ao paciente, além de reduzir o uso de papel, de acordo com as melhores práticas sustentáveis na prestação de serviços de Saúde no Distrito Federal.

O processo de implantação começou em 2017 para os pacientes que utilizam o Pronto Socorro e a Internação. A meta da Diretoria de Tecnologia da Informação do HSM é implantar nos próximos meses a assinatura digital no Centro Cirúrgico e tornar os procedimentos 100% digitais na unidade hospitalar.

O diretor de TI do Hospital Santa Marta, Mário Aquino, explica que o sistema de assinatura eletrônica proporciona uma significativa evolução na eficiência operacional do Hospital, mas o foco da iniciativa é totalmente assistencial.

“O HSM tem, como princípio, a atenção ao paciente. Com isso, implantamos toda a tecnologia necessária para o seu conforto e segurança. Além disso, investimos constantemente para preservar o bom atendimento e promover, com transparência, o acesso às informações”, afirma.

Segundo Aquino, a assinatura digital abrange quatro pilares fundamentais para a prestação de serviços de qualidade na área de saúde: Satisfação do Paciente, Promoção da Saúde, Segurança Jurídica e Redução de Custos.

O Sistema de Assinatura Digital amplia o acesso e centraliza todas as principais informações sobre o paciente, como seu histórico hospitalar. Com acesso a informações completas, o médico conta com auxílio tanto para fechar o diagnóstico quanto para o tratamento, além de reduzir erros, já que o sistema é capaz de, por exemplo, alertar se o paciente é alérgico a determinada medicação.

A reutilização dessas informações é útil para a Promoção da Saúde dos pacientes do HSM. A assinatura digital reduz também os trâmites burocráticos a serem realizados pela equipe de enfermagem do HSM, que pode se dedicar de forma ainda mais efetiva ao atendimento dos pacientes.

O programa promove agilidade e melhoria em todos os processos do atendimento, inclusive, com controle de horários para administração de medicamentos para o paciente pela equipe de enfermagem, de acordo com a prescrição médica.

Aquino explica que a iniciativa promove maior aderência aos processos e protocolos e garante a segurança e a privacidade dos dados do paciente, já em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que entrará em vigor em 2020.

Uso do Papel

A certificação com assinatura digital dos profissionais de saúde do HSM faz com que os tradicionais carimbos e as assinaturas em papel, na prescrição de remédios ou na evolução do paciente, sejam substituídos pelos documentos digitais. Tudo isso, garantindo a Segurança Jurídica, já que o processo de assinatura digital é reconhecido legalmente.

Atualmente, a maioria dos papéis utilizados nos procedimentos médicos do HSM são aqueles que dependem de assinaturas dos pacientes, como termos de consentimento. A equipe de TI do HSM já trabalha na criação de uma ferramenta para digitalizar também as assinaturas dos usuários do Hospital utilizando tablets e, assim, reduzir ainda mais a geração de resíduos sólidos. “Trata-se da implantação de uma política sustentável”, destaca o diretor.

Cultura de Inovação

A direção do HSM está atenta às transformações tecnológicas e o seu impacto positivo na indústria da saúde. O Hospital acompanha as tendências mundiais deste mercado em constante evolução para continuar prestando serviços com excelência.

Tanto que, em 2017, o HSM se tornou o primeiro Hospital do Distrito Federal a conquistar a certificação internacional HIMSS EMRAM nível 6, que atesta o uso de Tecnologia da Informação como suporte à saúde, com reflexo direto na qualidade assistencial, na eficiência do processo e na segurança.

Segundo Aquino, o processo de desenvolvimento tecnológico do Hospital é contínuo. O objetivo da Diretoria de TI do HSM é alcançar o nível 7 da certificação internacional HIMSS EMRAM. Apenas oito unidades hospitalares em toda América Latina alcançaram esse nível.

Fonte: Anahp




Obrigado por comentar!
Erro!