It’sSeg lança laboratório de inovaçãopara o mercado de seguros
02/12/2019

A It´sSeg Company, uma das maiores corretoras de seguros do país especializada em gestão de benefícios, acaba de lançar a Oktuz, seu primeiro laboratório de inovação dedicado a oferecer soluções em softwares e sistemas inteligentes para RH. O objetivo principal dessa iniciativa é desenvolver e trazer respostas para os clientes no ambiente digital, eliminando burocracias e processos.

A Oktuz nasce com um sistema digital inovador, dividido em dois módulos: o primeiro, que permite realizar toda a gestão de saúde e financeira das apólices; e o segundo, onde é possível administrar todos os benefícios seguráveis (vida, odonto e saúde), não seguráveis e flexíveis (alimentação, transporte, combustíveis, idiomas etc).

“Ele foi pensado para garantir que todas as áreas envolvidas com a saúde e benefícios da empresa tenham acesso rápido e completo a indicadores, análises e dados essenciais para facilitar a sua gestão e controle”, explica Thomaz Menezes, CEO da It’sSeg e idealizador da Oktuz. Ele revela que uma equipe multidisciplinar de mais de dez pessoas se debruçou no projeto por mais de 1 ano e meio, consumindo R$ 1 milhão em investimentos. “Não há nada semelhante a essa solução no mercado”, completa.

A ferramenta oferece relatório personalizado, sendo possível construir o painel de acordo com os indicadores de interesse. Possui acesso online aos dados mais sensíveis para a gestão de benefícios por qualquer navegador. “O que queremos é tentar otimizar e levar uma transformação digital, não só para o cliente, mas também para os colaboradores dos nossos clientes”, diz João Siqueira, diretor de Tecnologia da It’sSeg e da Oktuz.

Entre os diferenciais destacados, valem ressaltar as políticas de benefícios configuráveis e abrangentes; análises preditivas baseadas no uso atual e identificação de tendências; visão unificada, independentemente do número de operadoras; simulações de reajuste, gerando previsibilidade no orçamento; KPI’s de prevenção e benchmarking com a ANS e carteira It’sSeg; automatização de fluxo de dados com os principais fornecedores; integração social e de comunicação entre RH e colaboradores.

A gestão de saúde e financeira das apólices permite aos médicos que tenham acesso à base de utilização com o detalhamento de todos os eventos; oferece aos RHS, Financeiros e Compras indicadores gerenciais e estatísticos dos contratos, realiza projeções e mostra o histórico da sinistralidade e dos custos.

Já no caso da gestão de benefícios, o sistema dá a possiblidade dos funcionários olharem quais benefícios eles têm direito e o sistema se preocupa em tratar a elegibilidade. “O sistema se conecta com os dados dos funcionários, com o sistema de folhas das empresas e monta os grupos de elegibilidade de acordo com uma série de variáveis que estão intrínsecas a cada funcionário. Quando ele entra no sistema, ele vê automaticamente quais benefícios tem e pode interagir com eles”, esclarece Siqueira.

“Criamos uma estrutura com um grupo de pessoas que está aberto para ouvir, fazer parcerias e pensar full time em tecnologia e tendências. Precisamos reinventar a forma como atendemos os nossos clientes, pensando na necessidade e anseios de cada indivíduo. Também queremos ajudar essas pessoas a entenderem a variedade dos nossos produtos”, diz Thomaz Menezes.

“Além disso, a Oktuz disponibilizará uma verba para aplicar em quatro projetos nos próximos dois anos, queremos fomentar novas soluções, testar e gerar novos negócios com essa plataforma”, prevê Thomaz Menezes.

A Oktuz compartilha a mesma estrutura física da It’sSeg, contando com uma equipe multidisciplinar de 15 colaboradores e que trabalha em diversas frentes. A empresa busca parcerias com hubs e ecossistemas de inovação que possam colaborar com a aceleração das ideias propostas. “Estamos de olho em parcerias estratégicas com startups para acelerar nosso modelo de inovação e apoiar novos negócios e tecnologias”, afirma Siqueira.

Uma das metas da Oktuz, segundo o executivo, é desenvolver produtos que possam ser comercializados independente da corretora. “Também temos a possibilidade de atender novos clientes sem um contrato de corretagem”, conclui João Siqueira.





Obrigado por comentar!
Erro!