Vírus já matou mais de 387 mil pessoas e infectou 6,5 milhões no mundo
05/06/2020
De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa de hoje, 6.563.710 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em finais de dezembro passado na província chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 2.838.800 são agora considerados curados.
 

Contudo, a AFP avisa que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infecções, pois alguns países estão testando apenas casos graves que levem a internamento hospitalar, outros usam o teste como uma prioridade para o rastreamento e muitos estados pobres têm capacidade limitada de rastreamento.

Desde a contagem de quarta-feira, 5.227 novas mortes e 121.055 novos casos ocorreram em todo o mundo.

Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são o Brasil, com 1.349 novas mortes, o México (1.092) e os Estados Unidos (989).

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado em termos de número de óbitos e de casos, com 107.685 mortes e 1.861.966 casos.

Pelo menos 479.258 pessoas foram declaradas curadas até agora pelas autoridades americanas.

 

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Reino Unido, com 39.904 mortes e 281.661 casos, a Itália, com 33.689 óbitos (234.013 casos), Brasil, com 32.548 mortes (584.016 casos) e a França, com 29.065 mortes (189.441 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica continua a ser o que apresenta maior número de óbitos face à sua população, com 82 mortes por cada 100.000 habitantes, seguido pelo Reino Unido (59), Espanha (58), Itália (56) e Suécia (45).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou oficialmente até hoje um total de 83.022 casos (um novo entre quarta-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes e 78.319 curas.

A Europa totalizava hoje 181.542 mortes e 2.219.958 casos, os Estados Unidos e o Canadá 115.340 mortes (1.955.666 casos), a América Latina e Caribe 57.788 óbitos (1.151.155 casos), a Ásia 17.817 mortes (618.625 casos), o Oriente Médio 10.029 mortes (445.075 casos), África 4.633 mortes (164.615 casos) e a Oceânia 131 mortes (8.621 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A AFP alerta que devido a correções pelas autoridades ou publicação tardia de dados, os números de aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.





Obrigado por comentar!
Erro!